Vitrine do samba

Colorado do Brás renova com o intérprete santista Chitão Martins


Publicado em 20 abr 2017

Colorado do Brás renova com o intérprete santista Chitão Martins

A escola de samba Colorado do Brás segue com o intérprete Chitão Martins como voz oficial da agremiação. 

Muito elogiado pelo seu desempenho durante os ensaios pré-Carnaval, ensaios técnicos e desfile oficial, o músico e intérprete Edgard Silva Martins, artisticamente conhecido como Chitão Martins, renovou com a Colorado do Brás e seguirá para seu quinto ano consecutivo a frente do carro de som da agremiação que, no Carnaval de 2018, vai apresentar o tema “Axé – Caminhos que levam à fé”.

 “Criei uma identidade com a escola e com a comunidade. Sou parte da família vermelha e branca e meu sonho é ver a Colorado de novo no Especial.  Vamos juntos batalhar por isso e nos unir ainda mais. Nossa união e alegria é o nosso diferencial ”, afirma Chitão, que por muito pouco não realizou seu desejo de levar a agremiação ao grupo de elite do Carnaval de São Paulo. A escola conquistou o 3° lugar no Grupo de Acesso, com o enredo Luz, câmera, ação…a Colorado apresenta a Roliúde do Sertão.

 Esbanjando simpatia e carisma, o intérprete Chitão empolgou com sua energia e alegria e contagiou componentes, público e jurados nos ensaios pré-Carnaval e técnicos e desfile. “Esse ano a comunidade estava em um clima muito bom. Positivo. Aí eu aproveitei e, antes de começar o samba, eu dava uma injeção de ânimo na galera. Pedia para todo mundo abaixar e depois levantar para o samba explodir logo na saída”, relembra Chitão. Além de ter a responsabilidade de executar o samba-enredo com perfeição, talento e clareza, o intérprete e seu time de canto tem que estar em sintonia com o ritmo da bateria e com a harmonia da escola para não deixar o canto cair durante do desfile. 

Chitão Martins
Aos 35 anos, casado e pai de duas meninas, o cantor divide suas atividades em São Paulo e em Santos onde mora.  Além de oficial na Colorado do Brás, Chitão também canta na escola santista Vila Mathias, desde 2015, e é barbeiro.

Sua trajetória no Carnaval começou quando estava no início da adolescência aos 12 anos desfilando nas alas das escolas santistas. Depois, já adolescente, ingressou na bateria e, em 2005, foi convidado para estrear como cantor no time de apoio do carro de som da escola de samba Sangue Jovem, em Santos, ao lado dos grandes intérpretes do Carnaval de São Paulo: Darlan Alves, atual X-9 Paulistana, e Douglas Aguiar, atual Águia de Ouro.

Como cantor do time ficou até 2009 e, no ano seguinte, dividiu os microfones oficiais com Darlan e Douglinhas no enredo “O Língua de Prata e o Mundo dos Livros”, conquistando o 3° lugar no Grupo Especial de Santos. Chitão, Darlan e Douglas cantaram juntos até 2012 no enredo “Santos Futebol Clube… 100 anos de glórias, conquistas e emoções!”, 4° lugar do Especial de Santos.

Edgard também é compositor e, em 2012, após defender seu samba nas eliminatórias na Colorado, ainda no Grupo 2 da Uesp (União das Escolas de Samba Paulistanas). Sua parceria foi campeã e, a convite da diretoria da época, assumiu como oficial, ao lado de Rodrigo Atração (atual time de canto da Império de Casa Verde) cantando o tema “Quem sonha não desiste de lutar”. Em 2016, assumiu sozinho o carro de som da vermelha e branca.

E foi no desfile da Colorado do Brás que o público do sambódromo do Anhembi conheceu seu grito de guerra: “Sem medo de ser feliz. Vem chegando a família vermelha e branca. Prepara o capacete que lá vem pedrada! Explode Colorado!”.  “Começou com uma brincadeira durante a disputa de samba. Foi engraçado e resolvi adotar”, explica.

Fotos: Líbini Araujo

 .
Juliana Cardoso – assessora de imprensa da Colorado do Brás
Diretoria de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados à Conquista Marketing e Propaganda - 2005 à 2011.