Vitrine do samba

2012 – Três Rios (RJ) – Letras do Sambas (todas escolas)


Publicado em 30 out 2011

LETRAS DO SAMBA 

CARNAVAL 2012 DE TRÊS RIOS – RJ

.

G.R.E.S. BAMBAS DO RITMO

Presidente: Fernando Barbosa.
Enredo: Bahia Amada De Jorge
Carnavalesco: Sandro Carvalho.
Diretor De Carnaval: Carlos Bastos E Rogéria Bastos.
Diretor De Harmonia: Bruno Mariano.
Diretor De Barracão: Paulo Sérgio (Lilinho).
Diretor De Bateria: Mestre Manú.
Compositores: Luiz Neto, Jorge Henrique, Fábio, Anú E Genê E Fernando Barbosa
Intérprete: Genê.

Um manancial de cultura
“Bahia de Jorge Amado”
Encantada literatura
Do escritor iluminado
A “Roma Negra” sagrada de luz
Que a todos os santos conduz
“Obá de Xangô” clamando a paz
Na bênção dos orixás
Louvação na Igreja do Bonfim
Fiéis a se banhar, no mar de Iemanjá
Baianidade, devoção de arrepiar

O aroma da panela tem o tom de “Gabriela”
Apurando o sabor no fogo de “Dona Flor”
“Tieta” põe pimenta no tempero
Vem a baiana com seu tabuleiro

“Afoxé”, Filhos de Gandhi vem a procissão
“Ile-Ayê”, a negritude em cada coração
“Olodum” desce o Pelô
Na “Timbalada” ecoa o tambor
Magia, uma prece, um ritual
“O País do Carnaval” tesouro abençoado
Bambas, deu um toque de cultura
Mergulhou na poesia
Do “Imortal da Academia”

Cantando eu vou, em oração
Peço proteção, na fé que me guia
Clareia meu Pai clareia
A força que vem da Bahia

.

MOCIDADE DA VILA

EBREDO: NÃO É PROIBIDO SONHAR

Sonhe com os anjos
Vamos entrar no paraíso
É fantástico e maravilhoso
Abrir a porta da imaginação
Nos braços de Morpheu, eu quero sonhar…
E viajar ao irreal e colorido
Mundo dos pequeninos
Sou criança e vou brincar
Na inocência, viagens e aventura
Ser super-herói e poder voar

Chegou a Vila
São 40 anos de alegria
Hoje vou sambar a noite inteira
Na explosão da minha bateria

Num cenário de medo e aflição
Lembrei a cena de um filme de terror
Senti aquele arrepio
Com medo abracei o meu amor
Quero viajar ao infinito
E desfrutar das loucuras do prazer
Sonho, ilusão, amor e paixão
Riqueza e poder quero conquistar
No meu paraíso, o verdadeiro Shangrilá
Não é proibido sonhar…
Hoje meu sonho vou realizar

Vou sonhar com a felicidade
Delirar com a Mocidade
Quero ver o meu sonho se tornar real
A “Tricolorida” campeã do carnaval

.

G.R.E.S. BOM DAS BOCAS

ENREDO: SALTIMBANCOS

Bravo! Bom das Bocas
Eu sou você nesta avenida
Meu coração é verde e branco
Um saltimbanco de bem com a vida
Oriundos dos tempos medievais
Artistas, não marginais
Na face o disfarce, rostos escondidos
Pela fé, em Roma perseguidos

Um novo dia raiou, o circo se organizou
E a cultura solidificou
O picadeiro surgiu, o palhaço sorriu!
A platéia delirou

(BIS)

E assim lutaram contra preconceitos
Protestos em prol de direitos
No teatro a repressão
A força da união então se fez
Pondo um fim na opressão
Esperteza, lealdade, paciência, teimosia
O poeta retratou na sua essência
A canção da “Bicharia”
Com o talento veio a modernidade
Felicidade é toda minha expressão
A alegria toma conta da cidade
O sonho é realidade
Sorria sem moderação

É show, é arte é paixão… Magia!
Encanto, fascinação… Poesia!
O rufar do tambor anuncia
Os saltimbancos no calor da bateria

(BIS)

Bravo…

.

GRES EM CIMA DA HORA

ENREDO: O BEM E O MAL
PRESIDENTE: GERALDO DA SILVA LOURENÇO
CARNAVALESCO: ARMANDO MARTINS
COMPOSITOR: ELCY
INTÉRPRETE: MARCELINHO

No paraíso onde tudo começou
Tinha tudo o que eu queria
Até a mulher amada
Que a serpente enganou
O que era tão bonito
De repente se acabou
De lá pra cá entre o bem e o mal
Vou caminhando numa luta desigual
O bem vence nesta noite
Amanhã quem perde é o mal

Nesta batalha tão louca
Tem bruxa solta bailando no ar
Sai pra lá assombração
Que o bicho da maldade
Não vai me pegar

Oi! cantando…

Cantando lá vou eu em alto astral
Clamando pela paz universal
Semeando o amor
Nesta festa colossal
No embalo da folia
Hoje eu vou me acabar
Sambando com euforia
Pra vitória conquistar

Sacode, balança coração
Radiante de alegria
Vou além da emoção
Com a Em Cima da Hora
Sou mais um alegre folião

No paraíso…

.

INDEPENDENTE DO TRIÁNGULO

Enredo: “Um carnaval de tirar o chapéu…”

Presidente: Antonio de Souza (Catiça)
Carnavalesco: Marcuso Ferreira e Gilber Rosa
Compositores: Demá Chagas do Salgueiro e Gustavo Carvalho

Embarque nessa grande expedição
Sou independente, e vou te levar…
Ao mundo fascinante do chapéu
Através das civilizações
Chegamos ao País das Maravilhas
Onde um maluco é chapeleiro real
de lá pra cá sua história correu chão
caiu no mundo, procurando inspiração

Irreverente, poderoso, sedutor
De guerra ou de paz, de amor…
Lá do egito a corte real
Nessa história tudo acaba em carnaval

Pelo mundo se eternizou…
Fazendo moda na cabeça da gente
Africanizando a criação
Cartola, a sombrero ao rei do sertão
Chapéu de palha é tradição
Roda baiana, a festa vai começar
A criançada deu um toque de alegria
Malandragem boemia
Sou o rei dessa folia…

O samba é paixão, alegria do povo
É de tirar o chapéu, é bom, bonito e gostoso…
Vem nessa curtir a nossa emoção
Vem se acabar nas garras do leão

.

G.R. GALINHA DE OURO

Autores: Zé Adão e Zózimo Reis

O canto do galo despertou a galinhada
E com esse canto se formou uma bagunça organizada
O caldo dessas galinhas é tão bom de saborear
Quando rola o cheiro
Bate o desespero, doido pra provar

Refrão:
Galinha d’angola, polaca e carijó…
Com essas galinhas, a vida fica melhor!
Galinha de granja, caipira e garnizé…
Essas galinhas têm charme de mulher!

Uma resposta para “2012 – Três Rios (RJ) – Letras do Sambas (todas escolas)”

  1. Perdi e estou a procura da letra do samba do carnaval de l972, do Bloco Carnavalesco Imperio do Morro, de Tres Rios (RJ), sob titulo SESQUICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL. A letra é de minha autoria e a melodia do finado Licinho. Agradeço a quem puder me ajudar a encontrar. Dr. Moysés Barbosa, advogado.Telefone (024) 2254-1307 Forte abraço atodos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados à Conquista Marketing e Propaganda - 2005 à 2011.