Estrela do 3° Milênio lança samba-enredo 2020

Publicado por Rota do Samba em

Estrela do 3° Milênio lança samba-enredo 2020

Obra foi apresentada durante a festa da bateria Pegada da Coruja, no último dia 13 de julho, e emocionou a comunidade do Grajaú que vai homenagear os artistas de Parintins no tema “No coração da floresta nascem estrelas que brilham no meu carnaval” idealizado pelo carnavalesco Murilo Lobo.
Pelo segundo ano concecutivo, os compositores Rodrigo Oliveira (Shumacker), Matheus Nassar, Maurício Pito e Felipe Mendonça venceram o concurso de samba-enredo da Estrela do 3° Milênio e vão assinar a canção que vai embalar a homenagem que exaltará os artistas da Ilha da Magia. Neste carnaval, o mesmo grupo de compositores que ainda contou com Darlan Alves na formação em 2018, conquistou a nota máxima quesito.
A obra sofreu pequenas alterações na letra original e foi gravada no RW Studios pelo time de canto e cordas, por Vagner Mariano e Clóvis Pê, vozes oficiais da escola e pelos ritmistas da Pegada da Coruja, incluindo o mestre Vitor Velloso. A direção musical é do compositor Rodrigo Schumacker. “Vamos abrir o domingo de carnaval com essa trilha pra cima e valente escolhida para embalar nosso desfile, aquecer o Anhembi e vencer esse Carnaval”, afirma o presidente Gilberto Rodrigues.
Letra do Samba
Compositores: Rodrigo Oliveira (Shumacker), Matheus Nassar, Maurício Pito e Felipe Mendonça

Hoje o couro vai comer, cai no samba
Minha festa é pra você, gente bamba
Azul e vermelho, explode povão
Milênio, estrela do meu coração

Vou rumo a ilha da magia
É mãe d’água quem me guia
Nesse rio de encantos, emoções
Amazona guardiã guerreira
Será peixe ou cunhã? Sereia!
No tempo a viajar
Parintintins, Tupinambás
Preservaram sua joia rara
Índio resistiu ao invasor
Negro foi trazido de além mar
Em cada encontro uma dor e um amor
Dessa mistura, uma cultura singular
Bate o tambor, entra na dança
Canta o pajé, é magia, herança
Vem da floresta a cura pro mal
Há força em cada ritual

É cabocla a cara do Norte desse país
Um caldeirão de raças, um sabor
Que não perde a raiz
A benção de Nossa Senhora do Carmo, proteção!
A arte e o sagrado despertam os dons, revolução
Êh boi, lembranças lá do Maranhão
O Boi Bumbá aqui nasceu
Fez da alegria tradição
No festival das cores “em toadas ” as paixões
Das mãos de sonhadores o bailar das criações
A identidade do artista genial
Na avenida, ganha vida é Carnaval

Fotos Igor Cantanhede
Link para download do samba-enredo:
https://RWStudiosBR.vivocloudbackup.com.br/invitations?share=b73fda4e36ef4fe9d09d

Enviado por Lara Schulze




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.