Salgueiro 2020: primeira eliminatória acontecerá em duas fases

Publicado por Rota do Samba em

Salgueiro 2020: primeira eliminatória acontecerá em duas fases

 Sambas inscritos foram separados em chaves que se apresentarão nas duas primeiras semanas

Com 31 sambas inscritos para a disputa que escolherá seu hino para o carnaval de 2020, os Acadêmicos do Salgueiro optaram por fazer a primeira apresentação dos concorrentes em duas chaves. A decisão visa dar oportunidade para que todas as obras sejam apresentadas no palco da Academia de forma dinâmica, contando com a torcida do público em geral.

– Estamos com uma safra excelente e com um tempo de disputa menor e, por conta disto, decidimos dividir os sambas de forma que tenham mais tempo para apresentação nesta primeira fase. Temos que valorizar o empenho da nossa ala em compor essas obras e levar em conta a ansiedade de todos em torno da disputa, comenta Alexandre Couto, diretor de Carnaval.

Divididos em duas chaves, 15 sambas se apresentarão no dia 7 de setembro no palco da Academia. Na semana seguinte, mais 16 parcerias defenderão a permanência no concurso que vai até o dia 11 de outubro, data em que será conhecido o hino oficial do Carnaval para o enredo “O Rei Negro do Picadeiro”, de Alex de Souza. A divisão das chaves, bem como a ordem de apresentação se deu através de sorteio.

– Queremos que todos tenham oportunidades iguais de apresentação e a participação do salgueirense na quadra é muito importante. A intenção é fazer da disputa, uma grande festa a cada semana e que vença o melhor, comenta o presidente André Vaz.

Seguindo a ordem de apresentação, as primeiras 15 obras a disputar a permanência no concurso serão:
• SAMBA 23: Jorge Touro e Professor ACM
• SAMBA 17: Flávio Oliveira do Salgueiro e Andressa Oliveira
• SAMBA 29:Henrique Badá
• SAMBA 31: Sidney Sá, Kaoma e Salviano
• SAMBA 27: Edemar do Salgueiro Maurinho França, Carlos Santos e Marcos Ventura
• SAMBA 08: Sereno Fundo de Quintal, Tico do Gato, Waltinho Honorato, Anderson Benson, Manelão e Arthur das Ferragens
• SAMBA 04: Pedrinho da Flor, Filipe Zizou, Luiz Mangara, Ailtinho, André Quintanilha, Carlão do Caranguejo
• SAMBA 14: Jorginho Pereira, Luiz de Oliveira e Jorge Mirim
• SAMBA 06: Dudu Botelho, Miudinho do Salgueiro, Betinho de Pilares, Jassa, Robson Reis e W.Correa
• SAMBA 16: Zank Moreno e Miguel Sant’Anna
• SAMBA 19: Roberto Zuk, Ale Zuyk, Adriana Chapellen, Divoney Perasa, Kaka Sol e Vladi Nascimento
• SAMBA 13: Maralhas, Bello do Andaraí, João Conga, Jorginho Moreira , Beto Bombeiro e Tio Julio
• SAMBA 07: Demá Chagas, Rafa Hecht, Daniel Pereira, Zeca do Cavaco, Leonardo Galo, Renato Galante
• SAMBA 01: Liesbeth Nunes, Eduardo Poeta, Rico Teixeira, Paulinho Rosa, Vitor França e Roberto Eloy
• SAMBA 20: Augusto Chaves, Ark Chaves, Marco Daioli, Rico Rei, Alex Pinheiro e Valeria Wright

Já no dia 14, entram em cena as seguintes parcerias:
• SAMBA 28: Guará Poeta, Neth Oliveira e Ananias
• SAMBA 24: Hermínio, Leonardo Machado, Victor Nunes, Zezé, João Carlos e Carlinho
• SAMBA 30: Marcelão
• SAMBA 22: Moisés Santiago, Josemar Manfredini, Mano Jorge, Alexandre Cabeça
• SAMBA 03: Edu Chagas, Baez, Alex Moreno, Isaías, Ricke Fonseca e Silvia Santana
• SAMBA 12: Tiãozinho do Salgueiro, Gilmar Silva, Serginho Rocco, Marcelo Lepiane, Vaguinho e Wagner Franco
• SAMBA 26 : Marcelo Motta, Fred Camacho, Guinga do Salgueiro, Getúlio Coelho, Ricardo Neves, Francisco Aquino
• SAMBA 15: Grassa Rangel, olimpio, Marcilio do Salgueiro, Erik Rangel
• SAMBA 18: Claudinho do Pagode
• SAMBA 09: Leonardo Bessa, Benjamin Figueiredo, Ivan Ribeiro, Vagner Silva, Breno Papão, André Ronaldo
• SAMBA 02: Guilherme Euzébio e Nedholé
• SAMBA 21: Rute Labre, Lilian Ramos, Francisco Luciano, Paulinho Poeta, Ric Santiago, Edu Ferry
• SAMBA 10: Renato Penna, Carlinhos Japona, Indiara Veneno, Diego Rabeça. Everton Buia, Valdomiro santos
• SAMBA 11: Antonio Gonzaga, Bello, Niuva, Daniel Katar, Mauricio Japa, Diego Tavares
• SAMBA 05: Josy Pereira, André Lustosa, Paulo Lima, PC Lopes, Cléo Di Loiola, Beto Canção
• SAMBA 25: Cesar Nascimento, Sandro compositor, Silvio Mesquita, Carlos Macedo, Guilherme Braga Gemeo

Nesta primeira etapa, cada parceria terá direito a apresentar duas passadas de seu samba, sendo uma delas com a bateria e a outra somente com o auxílio dos cantores. O resultado dos classificados para a segunda fase sairá no dia 17 de setembro, terça-feira.
Em 2020, os Acadêmicos do Salgueiro irão homenagear os 150 anos de Benjamin de Oliveira, o primeiro palhaço negro do Brasil. A vermelha e branca será a terceira escola de samba a pisar a Marquês de Sapucaí em busca do 10º título de sua história, na segunda-feira de Carnaval.
.
Joice Hurtado
Assessoria de Imprensa



0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.