Sociedade Rosas de Ouro convida comunidade para carreata em comemoração aos 49 anos, neste domingo (18/10), às 16h

Publicado por Rota do Samba em

Sociedade Rosas de Ouro convida comunidade para carreata em comemoração aos 49 anos, neste domingo (18/10), às 16h

Ponto de encontro será na sede da quadra social, à rua Euclides Machado, 1066, Freguesia do Ó, ao lado da ponte, às 16h. Haverá premiação para decoração dos carros.
A tradicional escola de samba Sociedade Rosas de Ouro vai comomerar 49 anos, no dia 18 de outubro e convida simpatizantes, componentes, todos os departamentos e apaixonados pelo Carnaval, para uma grande carreata pela Avenida Inajar de Souza, importante avenida da zona norte para festejar a data. O ponto de encontro será na quadra da escola, às 16h.
A Bateria com Identidade, coordenada pelo mestre Rafael Oliveira estará presente no início do evento para receber e embalar o comboio e no retorno do trajeto. Ainda estarão presentes o cantor oficial Royce do Cavaco, os casais de mestre-sala e porta-bandeira, ostentando o pavilhão da Roseira e a rainha de bateria Ana Beatriz Godói.
“Contamos com a presença de todos que amam a Rosas de Ouro e pedimos que venham com camisetas, bexigas, cartazes, faixas, bandeiras, pétalas de rosas, papel picado e tudo que vier na imaginação das pessoas para abrilhantar nossa festa. É uma forma de comemorarmos respeitanto a pandemia e os protocolos de segurança”, explica Angelina Basílio, presidente.
49 anos de Lutas e Glórias
A Rosas de Ouro estreou no carnaval de 1971, atual grupo de Acesso 2 da Liga das Escolas de Samba, terminando em 9º lugar entre 10 escolas. Dois anos depois, em 1973, foi campeã pela primeira vez com o tema “Formação Étnica”. No ano seguinte, em 1974, desfilou pelo atual grupo de Acesso e venceu com o enredo “Canta e conta os quatro cantos do Brasil”.
O grande feito levou a Roseira para disputar na elite do carnaval, em 1975, e já na sua chegada sagrou-se vice- campeã com o tema “A rua”. Desde então, há 45 anos, a escola permeneceu no grupo Especial da Liga das Escolas de Samba e venceu sete vezes a disputa, nos anos: 1983, 1984, 1990, 1991, 1992, 1994 e 2010, último campeonato. Por 35 vezes voltou ao Desfiles das Campeãs.

9 Campeonatos
1973 – Grupo 3 da Uesp/ atual Grupo de Acesso 2 LigaSP – “Formação étnica”
1974 – Grupo 2 da Uesp/ atual Grupo de Acesso da LigaSP – “Canta e conta os quatro cantos do Brasil”
1983 – Grupo Especial – “Nostalgia”
1984 – Grupo Especial – “A velha academia berço dos heróis”
1990 – Grupo Especial – “Até que enfim… o Sábado”
1991 – Grupo Especial – “De Piloto de fogão a chefe da nação”
1992 – Grupo Especial – “Non Ducor Duco”, qual é a minha cara?”
1994 – Grupo Especial – “Sapoti”
2010 – Grupo Especial – “Cacau: um grão precioso que virou chocolate, e sem dúvida se transformou no melhor presente”

História e tradição
Fundada em 1971 por amigos e comerciantes do bairro da Brasilândia, são eles: José Luciano Tomás da Silva, João Roque “Cajé”, José Benedito da Silva “Zelão” e Eduardo Basílio, que além de fundador também foi presidente até seu falecimento, em outubro de 2003. Angelina Basílio, sua filha, assumiu o posto do pai e, desde então, preside a escola.
O nome Rosas de Ouro foi inspirado no buquê, em ouro maciço, com três Rosas de Ouro, era uma condecoração instituída pelo Papa Gregório II em 730, para presentear virtuosas princesas católicas. Nos anos 80, a quadra da Rosas de Ouro, originalmente com sua sede no coração da Brasilândia, mudou-se para o bairro da Freguesia do Ó, beirando a Marginal Tietê. A obra foi considerada uma das mais modernas da cidade e foi batizada pelo seu Basílio como “Cidade do Samba”.
Nessa mesma época o presidente Basílio fundou o projeto social “Samba Se Aprende na Escola”, voltado para crianças e idosos, que formou muitos sambistas atuantes até hoje na agremiação. O saudadoso Basílio orgulhava- se de ter tirado as crianças das ruas e faróis das Freguesia do Ó. Hoje o projeto é coordenado pela psicóloga Vanessa Dias e tem a maior ala inclusiva do Carnaval de São Paulo composta por 130 pessoas com defíciência.

Serviço:
Carreata de aniversário de 49 anos da Sociedade Rosas de Ouro
Local: rua Coronel Euclides Machado, 1066, Freguesia do Ó
Horário da concentração 16h
Horário de saída: 17h
Trajeto:
Saída da Rua Coronel Euclides Machado
A direita na Rua Rosas de Ouro
segue em frente na Avenida Inajar de Souza (sentido bairro até o retorno na Vila Palmeira, próximo ao posto de saúde)
Volta pela avenida Inajar de Souza (sentido Centro)
Sobe a Ponte da Freguesia do Ó
Faz a alça de acesso à marginal Tietê ( sentindo zona Norte)
Passa por baixo da ponte
Acessa a alça para subir a ponte da Freguesia do Ó (sentido bairro)
Entra a direita para sair da ponte
Acessa rua Rosas de Ouro
Direira na rua Dr.Freire Cisneiro
Direira naa rua Coronel Euclides Machado
.
Assessoria de Imprensa Sociedade Rosas de Ouro
Lara Schulze



0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.